segunda-feira, 2 de maio de 2016

Um piano baby da Gebruder Heubach


O vício das velharias é uma coisa terrível e por vezes não é preciso andar nas feiras de velharias ou antiquários, para gastarmos dinheiro e fazer mais compras. Basta estar à frente do computador e abrir um desses sites de venda on-line e pimba, de repente tinha comprado mais um piano baby.
Embora no blog já tenha escrito várias vezes sobre estes bonequinhos, para quem não saiba, volto a explicar que os pianos babies são figurinhas em biscuit, representando um bebé ou um menino, bibelots destinados a colocar em cima dos pianos, o que explica esta designação por que se tornaram conhecidos nos mercados de velharias.

Fabricadas na Alemanha entre finais do século XIX e o início da Iº Guerra Mundial, estas figurinhas eram modeladas e pintadas com uma qualidade excepcional, cheias de pormenores deliciosos, como um menino que tira uma meia do pé, ou de outro que come chocolate do pote e suja-se todo. No fundo, estes bibelots de um gosto burguês são herdeiros da antiga tradição alemã de manufactura de figurinhas de porcelana, de que Meissen é o expoente máximo.
Nas costas, a marca da Gebrüder Heubach. Na base ostenta ainda um número, o 13 
Eu já tinha em casa um destes piano babies”, que pertenceu a uma das minhas bisavós paternas, sobre o qual fiz um dos primeiros posts deste blog, mas apesar da sua qualidade excelente, o bonequinho não está marcado, embora saiba que é alemão e do princípio do século XX. Desta vez consegui comprar um exemplar, mas marcado e nada menos nada mais do que com a marca da célebre Gebrüder Heubach (1843-1938), um fábrica alemã, que se notabilizou pela qualidade das suas figurinhas em biscuit, mas também das bonecas para as meninas brincarem. Quer as bonecas com cabeças em biscuit quer os pianos babies desta fábrica são objecto de um coleccionismo intenso e nos Estados Unidos atingem preços altíssimos e até mesmo em França, onde vi um à venda por 520 Euros!!. O nome Heubach é quase um mito no mercado de velharias A qualidade das suas criações tinha a ver com a existência de uma escola de arte nas cercanias da fábrica, à qual a firma alemã ia buscar escultores e pintores para conceberem e pintarem cabeças de bonecas e figurinhas em biscuit, que depois de prontas revelavam expressões e sentimentos de um realismo e detalhe, que ainda hoje nos espantam. Eram verdadeiros retratos de crianças
Os pormenores são de uma qualidade excepcional. Repara-se não só na expressão, como no rigor com é representado o fitilho.
Holwein, Krieger, Niemeyer, Wera vonBartels, Zeiller and Zitzmann são os nomes de alguns desses artistas que trabalharam na Heubach e as suas iniciais poderão ser encontradas nalgumas peças. 
 
A Gebrüder Heubach notabilizou-se pelas suas bonecas com "expressão", que hoje são muito procuradas pelos colecionadores. Foto de www.rubylane.com
Claro que nos apartamentos de hoje em dia, minimalistas, pintados de preto e decorados com móveis de linhas direitas, com muito inox à mistura, estes bonequinhos de biscuit não fazem muito sentido. Os pianos babies foram feitos para uma época em que a decoração era pesada e todas as meninas tocavam piano e falavam francês. Aliás, quando olho para este boneco, imagino sempre que durante a lição de piano, uma destas meninas terá suspirado muitas vezes, pensando que lhe apetecia muito mais brincar com este bebé de porcelana do que martelar às escalas. Certamente estaria determinantemente proibitiva de o fazer e como menina obediente que era acatou as ordens e este piano baby sobreviveu até aos nossos dias, apenas com uma falha aqui e ali.
 

14 comentários:

  1. Salve Luis! Aqui em um sítio de vendas online encontrei está verdadeira preciosidade. Porém, o preço é proibitivo para meus bolsos mas vale encher os olhos. Envio-lhe o link. Abraço Edwin J. P. Fickel
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-706452464-caixa-em-porcelana-biscuit-heubach-rarissima-_JM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Edwin

      As peças Heubach são de facto fabulosas pela sua qualidade. Aqui em Portugal ninguém lhes liga muito e este piano baby comprei-o por um preço simpático, mas no mercado internacional podem atingir preços altíssimos, como essa caixinha, que me mostrou.

      Um abraço

      Eliminar
  2. É bem verdade que aqui não lhes ligam muito. Pensar que a tal peça que o Edwin encontrou custa cerca de 1150 euros!!!!!
    Mas é uma graça esta tua peça, com uma pintura exímia e um encanto que faz com que se goste dele logo à primeira vista.
    É maior que o teu outro boneco, e falta-lhe o humor desse outro teu, mas compensa na qualidade da pintura e perfeição de forma e acabamento.
    Manel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manel

      Estas coisas do valores das velharias tem que se lhes diga. Há realmente uma psicologia própria em cada País, que corresponderá a uma tradição histórica, que leva as pessoas a preferirem uns produtos em detrimento de outros. Enquanto que a faiança portuguesa está híper valorizada em termos de valor pecuniário, ninguém por cá liga muito à cerâmica europeia, que muitas vezes se compra a preços de ocasião. Bem sei que estes bibelots não correspondem muito ao gosto moderno, mas estes Heubach são muitíssimo procurados lá fora e percebe-se porquê. A sua qualidade é fora de série.

      Um abraço

      Eliminar
  3. Olá...bom dia
    Desculpe incomodar mas se me poder ajudar....agradecia!Vou decorar um café e gostava o fazer com base no conceito vintage. Sabe de locais onde vendam mesas, cadeiras, decoração retro? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Ela

      O que não faltam neste País que detesta tudo o que é antigo são sítios para comprar coisas usadas ou em segunda mão.
      -Realizam-se um pouco por todo o País feiras de velharias, onde pode comprar móveis e louças usadas a bom preço
      -A Associação RETO tem umas quantas lojas de vendas de velharias e usados a muito bom preço http://www.associacaoreto.pt/dcontactos.php
      -Espreite também o OLX
      -Por último, existem lojas de velharias, que são não propriamente antiquários, cujos donos costumam também vender nas feiras. É uma questão de saber que casas dessas existem próximas do seu local de residência.

      Um abraço e boa sorte para o negócio

      Eliminar
    2. Muito obrigada pela atenção
      Cumprimentos

      Eliminar
  4. Luis,

    Muita paz por aí.
    E aqui, além de paz precisamos também de muito jeitinho para driblar a crise, aliás, as crises...

    Queria ter comentado sobre sua postagem anterior mas fui protelando e e eis que veio logo este Piano Baby. Como o Fábio apontou, realmente por aqui são bem disputados, sobretudo se inteiríssimos. Mas este seu de dedinhos quebrados tem sua história para contar. Acho lindos estes meninos meio anjos meio gente e sempre tão coradinhos e cheios de vida. Parecem ter saído direto das gravuras românticas do XVIII para se modelarem nas mãos de exímios escultores.

    Agora o que faz pensar não são propriamente estes destinados a pousar sobre pianos ou outros móveis mas aqueles mais estáticos, lisos e despidos mas não menos frágeis que, segundo me informou um antiquário, se destinavam a entreter os pequenos durante seus banhos... Um perigo, se for isso mesmo.

    Um abraço.

    ab

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amarildo

      Bem sei que no Brasil as coisas estão muito complicadas, mas também o que se está a passar mostra bem que a Democracia funciona no vosso País.

      Como refere, estes bonequinhos em biscuit são encantadores e fazem-nos esquecer as crises destes nossos tempos. Tenho uma paixão por estes bonequinhos tão perfeitos, quanto frágeis produzidos por um povo que mergulhou a Europa e o mundo em dois conflitos mundiais sangrentos e terríveis no século XX. Talvez despertem em nós a tal criança que nunca cresceu e que temos cá dentro. Mas certamente o impulso que nos leva a comprar estas peças é irracional.

      Um abraço

      Eliminar
  5. Boa noite Luis
    Olá,Manel
    Passei para deixar um grande abraço para os dois e...finalmente comentar
    Não tenho tido oportunidade de passar por aqui muitas vezes
    Mas sempre que posso cá estou e não esqueço este blog por nada deste mundo
    Não tenho comentado,mas estou por aqui todas as semanas
    Não esqueço o Luís nem o nosso querido amigo Manel, que me desculpe a expressão,mas com o tempo o Manel torna-se um amigo muito querido,embora não nos conheçamos
    Quanto ao Bébé ,nada a comentar
    Belissimo
    Como todas as peças que o Luis aqui traz
    Prometo que agora virei cá mais amiude
    Um beijinho para si e para o Manel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grace

      Fico sempre muito contente por saber que continua a frequentar este blog, ainda que mais espaçadamente e sem deixar comentários. Por vezes atravessamos fases da vida complicadas, mas em todo o caso, as velharias e as suas histórias, ajudam-nos a esquecer o mundo lá fora.

      Bjos e obrigado

      Eliminar
    2. Não quero deixar de agradecer o carinho da Grace e as suas sempre amáveis palavras.
      Também quero retribuir referindo que é sempre um prazer vê-la por aqui.
      Quero também deixar-lhe aqui as melhores saudações e desejar-lhe que tudo de bom se concretize na sua vida.
      Ainda que aqui não comente com regularidade, continuará, claro, na minha lembrança como alguém sempre especial
      Manel

      Eliminar
  6. Caro Luís,

    Estava em dívida!! Ando aqui literalmente "soterrada" em trabalho. Felizmente!! Mas com esta sua amiga é sempre ao estilo 8 ou 80.
    Mas vamos ao que interessa que é este seu belíssimo post.
    Fiquei apaixonada!!! É adorável este seu piano baby.
    Curiosamente, há cerca de um ano atrás, na feira de velharias de Abrantes, vi um muito semelhante. Ainda pensei duas vezes...mas pediam bastante por ele, pelo que tive que me ficar pelo ver. Tal como sucede com o seu, também estava num estado impecável.

    Nós somos mesmo apaixonados por estas delícias que nos vão preenchendo os tempos livres!

    Beijinho

    Alexandra Roldão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alexandra

      Estranhava a sua ausência neste post, pois este boneco em biscuit é muito ao jeito das ilustrações que mostra no seu blog. Mas imaginei que nesta recta final do ano lectivo estivesse cheia de trabalho.

      Não feiras de velharias encontro muitos bonecos em biscuit, mas nunca encontrei um piano baby e ando sempre de antenas no ar. Este, descobri-o no OLX por mero acaso e comprei-o por um preço absolutamente irrecusável e ainda por cima da Heubach. Foi um golpe de sorte.

      Bjos

      Eliminar