sexta-feira, 2 de março de 2012

Travessinha inglesa em forma de concha

Depois de tantos temas sacros, resolvi hoje aligeirar o blog apresentando uma azeitoneira, certamente de fabrico inglês do século XIX. Como já vimos em anterior post, os cidadãos britânicos não tem o hábito português de comer azeitonas às refeições e pickle dish é de facto o nome com que estes pratinhos são conhecidos na terras de Sua Majestade e seriam usados para servir pickles. Os americanos usam o termo Relish Dish. (obrigado, Maria Andrade!)



Este elegante prato em forma de concha apresenta uma marca impressa, que me vi grego para ler. Só depois de ir buscar uma lupa e de esbugalhar bem olhos, consegui ler a Iron Stone Ware, ou indian stone ware  ou talvez iron Stone China. Fiz umas pesquisas na net e fiquei um bocadinho desapontado, pois estas expressões referem-se a um tipo de faiança e não a uma marca de fabricante propriamente dita.



Iron Stone é uma faiança de qualidade superior, que tenta imitar a porcelana. Foi introduzida pelos fabricantes ingleses no início do século XIX, com o objectivo de arranjarem um produto barato, que imitasse a porcelana e fosse acessível a qualquer família burguesa sem especiais meios de fortuna. Foi produzida pela primeira vez em 1800, fabricada por Josiah Spode e celebrizada por Charles Mason, que detinha a patente, muito embora a Job and George Ridgway tenha fabricado um loiça com uma composição semelhante. Muitas outras marcas se lhes seguiram.

Travessa J & G Alcock com o padrão Flow Blue, cerca de 1840

Não consegui discernir com rigor, que fábrica produziu esta travessinha em forma de conha, mas inclino-me para a J & G Alcock, da qual encontrei duas travessinhas nos sites de venda on-line de antiguidades, feitas com o mesmo molde e datadas da primeira metade do XIX. uma em flow blue e outra com o padrão do salgueiro.

Outra peça da  J & G Alcock, com o padrão do salgueiro

Também não consegui interpretar a florzinha estampada no verso.

6 comentários:

  1. Ora,Luis
    Desanimado porque não é exactamente aquilo que queria...
    Mas então porque fica triste?
    Linda,amorosa...
    Se não quer ,eu aceito )
    Assim como muitos leitores do seu Blog
    Um abraço
    Jasmine

    ResponderEliminar
  2. Olá Luís,
    Olhe, na louça existem dois tipos de pastas diferentes, as porosas e as vitrificadas.
    Nas porosas podemos ter a terracota e a faiança, em que a terracota tem uma coloração alaranjada e a faiança ser branca, por ter na sua composição argila, areia, caulino e calcite (como fundente que origina uma pasta porosa).
    Nas vitrificadas podemos ter o grés, que tem uma coloração cinzenta, e a porcelana, branca imaculada, por ter na sua composição argila, areia, caulino e feldspato (como fundente que vai originar uma pasta vítrea ou não porosa).
    A faiança inglesa caracteriza-se por ser um produto de melhor qualidade (mais branca e dura) porque como fundente é usado uma mistura de calcite e feldspato, originando um produto mais próximo da porcelana, mas sem atingir as temperaturas de cozedura necessárias para obter porcelana (no mínimo 1250ºC).
    Espero ter ajudado na classificação dos diversos tipos de cerâmica.
    Cumpts, jsaraiva

    ResponderEliminar
  3. Jasmine

    Muito obrigado pelo simpático comentário. Fiqiei um bocadinho desapontado por não conseguir iodentificar a marca, mas adoro esta travessinha.

    Abraços

    ResponderEliminar
  4. Caro JSaraiva

    Sou muito pouco técnico. Tenho os defeitos típicos das pessoas de letras e agradeço imenso quando pessoas como o J Saraiva vem em meu socorro com uma explicação mais técnica, que completa e precisa o conteúdo do meu post.

    Abraços e volte sempre

    ResponderEliminar
  5. Mais uma encantadora peça de faiança inglesa que o Luís desencantou! Esta forma de concha é muito graciosa, sem dúvida.
    Curiosamente, não tenho nenhuma inglesa neste formato mas tenho duas da Vista Alegre bastante antigas, só que uma já está partida :( - e colada - e foi cá em casa, nas tais limpezas...
    Quando eu comentei a outra azeitoneira que mostrou, não lhe chamei "relish dish" mas sim "pickle dish" e embora os dois termos se usem para objetos com uma função semelhante, o "relish dish" (ou "relish tray") corresponde mais aos nosso pratos para aperitivos, maiores e com divisórias. O "pickle dish" serve para pequenos vegetais crus, em conserva ou salgados, como as azeitonas ou os pickles, mas claro, quem quiser também lá pode servir aperitivos, salgadinhos, frutos secos, etc., cada um usa os objetos conforme lhe dá mais jeito... :)
    Quanto à marca da flor, já estive a ver no meu livro de marcas, sobretudo inglesas, e não a encontrei, embora haja uma secção só de plantas, flores e árvores usadas como marca.
    Tenho pena, mas não o posso ajudar.
    São tantas as marcas inglesas!
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Cara Maria Andrade

    Confesso que estava com esperança que com os seus conhecimentos de faiança inglesa, descortinasse o significado destas marcas, em todo o caso, o mais parecido que encontrei na net foram estas duas travessinhas da J & G Alcock, datadas da primeira metade do Século XIX.

    Bjos,

    ResponderEliminar